Trilhos & Rotas







VIVER NÃO É DIFICÍL. O DIFICÍL É SABER VIVER.

Dicas

Viajar é das actividades mais enriquecedoras e gratificantes que podemos experimentar.

Por esse motivo devemos acautelar uma série de pontos para que durante a nossa viagem, nada , a não ser tudo o que temos para ver e vivenciar, nos surpreenda.

Informações úteis para participar nos nossos programas, nas viagens que faz ou nas férias que organiza com familía e amigos.

Segurança e preveção, seguros, preparação, curiosidades, etc., é o que vamos partilhar consigo.

Com certeza não iremos responder a todas as questões, pelo que desde já partilhamos o primeiro e o mais valioso truque : Pergunte!
A nós ou a quem considere que possa ajudar a esclarecer as suas dúvidas. Quanto mais informação tenha, melhor pode preparar e aproveitar a sua viagem.

SEGURANÇA & PREVENÇÃO

Como em qualquer situação da vida quotidiana, a segurança deve ser sempre tomada em conta.

Seja numa caminhada pontual ou nas peregrinações, devemos sempre acautelar a nossa integridade fisíca e os bens que transportamos. Escusado será dizer que quando partimos para uns dias de aventura, apenas o essencial nos deve acompanhar, e esta métrica aplica-se a bens de valor como jóias, dinheiro ou outros de valor monetário/sentimental.

Nunca se coloque em risco, seja com a proximidade excessiva de pessoas que não conhece, seja fornecendo informação pessoal.
Tome nota dos pontos que destacamos a seguir:

1

INFORMAÇÃO PESSOAL

Não faculte a desconhecidos qualquer tipo de informação pessoal, fotografias ou documentos.

2

REDES SOCIAIS

Ainda que seja muito in partilhar tudo em directo sobre a sua viagem nas redes sociais, pode colocá-l@ em risco. Guarde as fotos e vídeos que faz e quando regressar partilhe, Desta forma garante a segurança da sua casa e a sua.

3

DINHEIRO

Deve fazer cálculo do que necessita para 1 ou 2 dias, dependendo da proximidade de caixas de levantamento automático, e ir repondo esse fundo de maneio. Sempre que possa pague com cartão multibanco ou de crédito.

4

JÓIAS

São despensáveis, não só por segurança como por questões práticas. Apenas o relógio terá uma função útil. Se não prescinde destes adornos, leve algo discreto e sem grande valor monetário/sentimental.

5

DOCUMENTOS

Os documentos pessoais devem ser sempre guardados e resguardados e apenas usados quando estritamente necessário.

6

CAMINHADAS | PEREGRINAÇÕES

No decorrer das caminhadas/peregrinações deve ter-se sempre em atenção o que nos rodeia e assim acautelar a aproximação inesperada de animais ou intrusos com pretensões duvidosas. Se gosta de ouvir musica enquanto caminha, opte por usar o auricular em apenas um ouvido.

7

APOIO VIRTUAL

Antes de começar as suas caminhadas descarregue uma aplicação de controle de segurança e partilhe-a com amigos e familiares, desta forma, e em caso de acidente ou perigo, estará sempre localizável. Nós recomendamos a Safe365, gratuita nas plataformas Android e IOS, é de fácil configuração e precisa nas informações que dá em tempo real.

8

SOS

Em caso de se sentir insegur@ por qualquer motivo, não hesite em contactar com as autoridades pelo telefone local de emergência ou APP. Consulte e guarde os nº de emergência dos países que visita e descarregue as app's, se existirem. 

SEGUROS

Saiba que mesmo fazendo um programa sozinh@ ou com amigos, é obrigatória fazer o seguro de Acidentes Pessoais.
Cada país tem as suas normas e deve consultar a legislação do país onde pretende levar a cabo a caminhada/peregrinação.

Este seguro como o de viagem devem ser tomados no país de origem e ter a cobertura exigida por cada país de destino.

Em Portugal, este é um seguro obrigatório por lei que garante os acidentes pessoais dos participantes em todo o tipo de eventos enquadráveis no Seguro Desportivo (existem excepções que devem ser consultadas).​​​​​​​​​​​​​​​

Pode fazer este seguro em quase todas as companhias de seguros. Nós recomendamos o que usamos nos nossos eventos, com a Companhia de Seguros Fidelidade.

CAMINHOS DE SANTIAGO E OUTRAS PEREGRINAÇÕES

Fazer os Caminhos de Santiago ou outros com especificações próprias, obriga a seguir protocolos, costumes e preparação que não devemos deixar ao acaso.
Como por norma existe bastante informação, aconselhamos a que faça uma pequena pesquisa para não ser apanhado desprevenid@.
Para além do lado prático e logistico, sugerimos que independentemente dos motivos que @ leva a fazer qualquer peregrinação, seja ela onde for, que conheça a história e os costumes, e que os respeite na integra. E se não o quer fazer, opte por outras rotas. 
Aqui partilhamos dicas e informação para os Caminhos de Santiago, mas que com as devidas adaptações, servem para todas as pereginações.

A IMPORTÂNCIA DE SEGUIR AS SETAS

As setas amarelas, nas suas mais variadas formas, são a sinalização oficial e universal dos Caminhos de Santiago. A marcação é feita por associações de peregrinos e entidades oficiais.

Utilizar outros meios de referência como o Google Maps, é estar a fazer km's, não o Caminho, sendo que nos pode colocar em situações de risco quando nos dá indicação de seguir pelas bermas das estradas nacionais.

Caso, por algum motivo, se sinta perdid@, pergunte a quem encontre pelo caminho, a direcção a seguir.

EQUIPAMENTOS

O equipamento que vai usar para fazer o Caminho tem que ser-lhe confortável em todos os aspectos.
Não é necessário gastar uma fortuna em botas, mochilas, sacos-cama, etc.
Em lojas de desporto como a Decathlon, Sport Zone ou similares, existem soluções para todo o equipamento com preços bastante razoáveis e que servem na perfeição.

Botas ou ténis?
Só os seus pés sabem a resposta!
Não adianta perguntar a outros peregrinos, porque todos temos pés diferentes. O que é regra é que nunca fazer o Caminho com botas/ténis novos. 

QUANTO CUSTA FAZER O CAMINHO

Como é lógico depende essencialmente do nº de dias e dos transportes que tenha que utilizar para chegar ao ponto de partida e regresso.
Dos transportes, faça uma pesquisa para encontrar a melhor solução/preço.
Quanto ao Caminho, tenha em consideração se vai ficar em albergues públicos ou privados. Nos públicos, tanto em Portugal como em Espanha o preço é quase sempre de 6€/noite/pessoa (existem alguns albergues que é por donativo).
Nos albergues privados o valor varia entre os 12 e os 20€/noite/pessoa.
Para alimentação conte com 15 a 20€/dia/pessoa.

Guia de Preparação

QUER TER O NOSSO GUIA DE PREPARAÇÃO?

CONTACTOS

LEGALIDADES

SUBSCREVER NEWSLETTER

Saiba em primeira mão os novos destinos e todas as novidades das nossas actividades.